ração-animal

A dieta saudável é uma das melhores maneiras de manter o pelo do seu animal de estimação bonito e brilhante. A ração animal é repleta de nutrientes e vitaminas que são necessários para a saúde do mascote e isso se refletirá na pelagem.

Oferecer alimento suficiente para o crescimento do animal é importante, mas, considerar o nível nutricional de cada etapa do pet, também. Para que um alimento seja considerado completo, ele deve conter proteínas, carboidratos, vitaminas e minerais distribuídos de forma que respeite todos os níveis e contribua para a manutenção da beleza e saúde da pelagem do animal. De fato, a dieta “premium” é a mais completa.

Fornecer água doce de boa qualidade, é tão importante quanto uma dieta balanceada para o animal se manter hidratado. Dessa forma, o consumo de água deverá ser feito da melhor forma possível, o que será uma indicação da qualidade da alimentação do animal. Esse fator é ainda mais importante quando a dieta é baseada no consumo de muita comida seca, fornecendo pouca água na ração.

Por isso, desenvolvemos esse texto para você saber mais sobre a ração animal, e como ela pode influenciar na beleza do pelo do seu pet. Vamos lá?

Rações animais mais comuns

  • Ração Congelada: uma escolha nutricional completa para a alimentação diária, é um produto novo no mercado e grande parte das marcas ainda não o produz, além de ter um preço alto para quem quer fazer ofertas no dia a dia;
  • Ração Úmida: com umidade entre 14% e 34%, possui alta palatabilidade e ótima aceitação para consumo. Pode ser encontrada para atender todos os níveis nutricionais dos animais, ou apenas como uma variação da ração seca, que é necessária para misturar às outras. Muitas vezes, é oferecida como um lanche para animais de estimação doentes ou idosos. Este alimento deve ser consumido em até 3 dias após a abertura da embalagem, devido ao baixo índice de retenção de líquido;
  • Ração Seca: contém umidade abaixo de 14%, portanto, é fácil de manter e armazenar. É a mais indicada para obter uma boa aceitação de consumo, além de possuir todos os nutrientes necessários. Auxilia na mastigação, evita asfixia ao engolir e reduz o acúmulo de tártaro, pois, atua como uma escova de dentes. Melhora o brilho dos pelos;
  • Petiscos: não são uma refeição, mas, os bifes, biscoitos e outros petiscos são muito agradáveis ​​ao paladar do animal. Além disso, são deliciosos e até ajudam nos treinos ou como recompensa por uma boa atitude.

Preço X Qualidade

As escolhas mais populares entre os fabricantes de rações variam na qualidade da proteína e na quantidade de nutrientes, que vão proporcionar uma menor ou maior facilidade na digestão.

  • Ração Econômica: é muito barata e feita com subprodutos do milho, soja e farelo de algodão. Muitas vezes, não é balanceada e contém pouca proteína de qualidade. Isso, geralmente, faz com que o animal coma e defeque mais;
  • Ração Standard: tem melhor qualidade e é mais confiável. Geralmente, é feita de ossos, farinha de carne, glúten de milho e gordura animal. No entanto, tem pouca digestibilidade e causa fezes grandes e com cheiro forte;
  • Premium: mais indicada e com boa relação custo-benefício. Melhor qualidade da proteína, bem como, nutrientes e digestão. As melhores marcas vendidas no Brasil são essas.

Ração animal e suas características

tipos-de-ração-animal

Além do tipo e do preço, é muito importante ficar de olho em certas particularidades como idade, tamanho e condição de saúde do seu pet.

  • Fases da vida: filhotes, adultos e idosos. Em cada uma dessas fases, existe uma necessidade específica de nutrientes;
  • Porte: variam por raça, desde mini, pequeno, médio, grande e até gigante. Possui nutrientes específicos para as necessidades de tamanho do animal;
  • Castrados: esses animais sofrem de alteração da função hormonal e aumento do apetite. Rações com essa propriedade, têm mais proteínas e fibras, e menos calorias;
  • Linha veterinária: aquelas feitas para animais com diabetes, alergias, obesidade, doenças cardíacas, problemas de pele. Apresenta uma alimentação balanceada para cada condição;
  • Raças específicas: foram estudadas algumas raças e desenvolvidas rações específicas para certos animais.

Troca de sabor ou marca da ração animal


Os especialistas apontam que, se houver mudança na ração, é importante adicionar apenas um quarto da nova ração, misturada com o resto da outra que os animais estão usando.

Após dois dias, a medida pode ser meio a meio, acrescentando proporcionalmente a cada dois dias até que apenas o novo sabor ou marca permaneça. Sendo assim, essa mudança gradual é crucial para uma melhor aceitação dos alimentos e para a adaptação do organismo.

Alguns outros fatores que influenciam na pelagem saudável

1 – Shampoo

Primeiramente, vamos falar sobre o shampoo. Há muitos shampoos para diferentes tipos de pelos. E atenção: não indicamos shampoos humanos para cães, pois podem causar alergias.

2 – Banho

Recomenda-se um banho semanal, pois os animais possuem óleos naturais na pele que ajudam a protegê-los do frio e da umidade. Ou seja, lavar demais o animal pode danificar essa camada, que fica menos densa e pode causar doenças e alergias.

3 – Pragas

A coceira excessiva pode ser um sinal de parasitas como pulgas e carrapatos. E, se não controlados, causam doenças, irritações e ressecam a pele. Além disso, afetam a queda de pelos.

4 – Escovação

Por fim, vamos falar sobre a escovação. De qualquer forma, a escovação é essencial para remover pelos soltos e soltar os nós. Dessa forma, ela também estimula a produção de óleos naturais para prevenir a queda do pelo, tornando-o brilhante e sedoso.

Conservação da Ração Animal

Para manter a qualidade da ração animal, precisa-se da conservação adequada da mesma. O uso de antioxidantes, é necessário para manter a integridade de todos os ingredientes.

Além de contribuir para a preservação, os antioxidantes presentes nos alimentos, também previnem a oxidação de óleos e vitaminas. Ainda assim, garantem alimentos seguros, ajudam a manter a saúde intestinal e, dessa forma, permitem que os animais revelem seu potencial genético.

Mas, como garantir essa qualidade na ração?

Bom, a melhor forma de garantir um bom alimento, parte do princípio da sua produção. Ou seja, na hora da fabricação da ração animal. E, isso só é possível, quando as indústrias utilizam equipamentos de qualidade em seu processo.

As máquinas industriais são essenciais para que bons alimentos sejam produzidos. Assim, podem chegar com total segurança e qualidade até o consumidor final: o seu pet.

Sendo assim, por hoje, ficamos por aqui. Curtiu conhecer mais sobre a influência da ração nos pelos do seu cão? Então, para conferir mais textos como esse, acesse nosso blog. Nele, você vai encontrar muitas novidades e curiosidades sobre a fabricação de ração!

Valeu pela leitura. Até a próxima!

Compartilhe:

Deixe seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *